O Evangelho Segundo Harry Potter Na Bíblia e no Cristianismo

“Eu poderia montar um curso semanal de estudos bíblicos usando Harry Potter como ponto de partida. Os livros sobre ele constituem uma mina de ouro de verdades bíblicas se nós os olharmos sob esse ponto de vista”.

Foi o que disse Connie Neal, autora do livro The Gospel according to Harry Potter (O Evangelho segundo Harry Potter), em entrevista à agência Reuters.

A escritora relatou que seus livros contém 52 dos 80 incidentes descritos nas obras sobre o personagem os quais ela qualifica como “vislumbres do evangelho”

A despeito da intensa oposição às literaturas infantis que narram as peripécias do menino bruxo Harry Potter, esse recente e polêmico livro afirma que os temas abordados nos best-sellers da escritora J.K Rowling está, na realidade, repletos de conceitos morais e imagens do cristianismo.

Neal aponta em seu livro duas ocasiões em que Harry Potter se põe a orar, comemora o Natal, a Páscoa, além de fazer analogias justapondo figuras de animais, como o leão e a serpente, a conceitos e expressões bíblicas como “Leão de Judá” e a serpente” amaldiçoada no paraíso.

Um dos episódios favoritos da autora é a morte da mãe de Harry Potter

O senhor do mal, Voldemort, lança uma maldição mortal contra o menino, mas sua mãe, demonstrando seu amor, atira-se à frente da maldição e morre, salvando a vida do filho. Conforme o enredo, seu sacrifício anula os poderes de Voldemort.

Neal ainda observou que, durante um debate, um adolescente comentou com ela sobre a sua sensibilidade ao enxergar a extrema semelhança do episódio com que Jesus fez na cruz.

É alarmante o surgimento de absurdos como o que acaba de ser exposto.

Veja uma explicação das principais mortes na série

 

Não obstante a nossa revista ter abordado algumas vezes que a bruxaria causa nas crianças e nos jovens, o tema parece inesgotável.

Certamente não tardará a tradução do “Evangelho segundo Harry Potter” em língua portuguesa e, como podemos prever, não faltarão adeptos para esse tal “evangelho”.

De fato, as pessoas carentes de Deus estão sempre propensas a prestar devoção aos bizarros credos.

Logicamente, nem tudo caminha na esfera espiritual.

Existe nesse cenário um véu que dissimula o interesse financeiro que, com certeza, não desapontará os envolvidos.

Mas nessa tentativa de misturar evangelho e bruxaria, nem tudo é descartável. Como já dito , segundo a Sra. Connie Neal, “os livros sobre Harry Potter constituem uma mina de ouro de verdades bíblicas”.

Em certo sentido, ao avaliarmos esta frase, encontramos inúmeras possibilidades de aplicar a Bíblia aos livros de Harry Potter, mas, obviamente, todas direcionadas à indissolúvel reprovação.

Parafraseando o comentário da autora, declaramos aos nossos leitores que, se necessário, não pouparemos esforços na preparação de estudos bíblicos que respondam aos disfarçados ataques de Satanás por meio de livros, cinemas e outras formas de entretenimento.

A Palavra de Deus é uma fonte de verdades que desvenda facilmente as finalidades ocultas atrás dessas estratégias diabólicas.

Aconselhamos a Igreja brasileira a repulsar toda espécie de envolvimento com esse tipo de “recreação”.

“E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”, Rom 12.2.

 

Por Elvis Brassaroto (ex-mórmom)

Facebooktwittergoogle_pluspinterestmail