Obediência a Deus Segundo a Bíblia = Viver Vitorioso

“Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o SENHOR falara à casa de Israel; tudo se cumpriu.” (Josué 21.45)

Este é o registro do relato final do livro de Josué depois de o Senhor ter dado a Israel conquistar a terra de Canaã, e após ter sido concluída a distribuição das partes que caberiam por herança a cada uma das tribos israelitas.

Tal sucedera porque o povo foi obediente e fiel à Sua vontade debaixo do comando de Josué, que fizera todas as coisas conforme o Senhor havia ordenado a Moisés, no fiel cumprimento da Palavra de Deus.

E o mesmo sucederá a qualquer que fizer a vontade do Senhor conforme esta se encontra registrada na Bíblia.

Tal pessoa poderá dizer ao longo da jornada da sua vida que nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o Senhor lhe fez: tudo se cumpriu.

Foi por isso que o apóstolo Paulo, no ensejo de ensinar e confirmar o modo pelo qual os cristãos são abençoados por Deus, escreveu a Timóteo dando-lhe instruções específicas quanto ao comportamento que eles devem ter diante do Senhor, especialmente os pastores e diáconos, para lhes servir de exemplo, conforme suas palavras em I Timóteo 3.14,15:

  • “14 Escrevo-te estas coisas, esperando ir ver-te em breve;
  • 15  para que, se eu tardar, fiques ciente de como se deve proceder na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade.” (I Tim 3.14,15)

Há portanto um modo determinado por Deus quanto ao comportamento dos cristãos, seja nas coisas relativas ao governo da Igreja, seja da relação entre cônjuges, entre pais e filhos, entre servos e senhores, entre cidadãos e as autoridades constituídas, entre aqueles que são jovens em relação aos mais velhos etc.

E são tais ordenanças que devem ser praticadas, caso desejemos de fato ver as boas promessas de Deus sendo cumpridas por ele em nossas vidas.

Não há um caminho fácil para se obter a bênção, porque esta exige obediência e fidelidade a Deus e à Sua Palavra.

Este é o único e verdadeiro caminho da fé, a qual se traduz especialmente em obediência à vontade revelada de Deus.

É a porta estreita e o caminho apertado referidos por Jesus, que conduzem à vida plena e vitoriosa.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestmail